Tributária

Relatores da MP 232 e Receita Federal estão próximos do acordo que permitirá a votação

O senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator no Senado da Medida Provisória 232/04, e os deputados Carlito Merss (PT-SC), relator na Câmara dos Deputados, e Francisco Dornelles (PP-RJ), apresentaram ao secretário da Receita Federal as 590 emendas de parlamentares à MP, e ficou decidido que pelo menos três pontos serão analisados pelo governo: o escalonamento da base de cálculo da Contribuição Sobre Lucro Líquido (CSLL) de acordo com o número de empregados das empresas; a base de R$ 11.640 como valor máximo de isen . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas