Tributária

Abrinq suspeita de sonegação e fraudes

São Paulo – O País perdeu 5 mil postos de trabalho e deixou de arrecadar mais de R$ 750 milhões em tributos sonegados apenas com operações fraudulentas de subfaturamento na importação de brinquedos em 2004. A estimativa é da Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq), que está trabalhando com a Receita Federal para coibir essas fraudes. Trata-se de uma prática ilegal que se caracteriza pela documentação de importação a preços inferiores àqueles efetivamente realizados, diminuindo a base de cálculo dos tributos devidos. A diferença é paga por fora, mas os brinquedos chegam ao consumidor brasileiro com preços artificialmente mais baixos, devido à sonegação.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado