Tributária

CAE examina isenção integral de despesas de educação no IR

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) pode votar na reunião de terça-feira (22) projeto (PLS 81/2002), de autoria do ex-senador Carlos Wilson, que permite a dedução integral das despesas de educação na apuração da base de cálculo do Imposto de Renda das Pessoas Físicas. O limite individual de dedução era de R$ 1.700 no momento em que Wilson apresentou a proposição, mas foi recentemente corrigido para R$ 1.870 por medida provisória.

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas