Tributária

Investimento alemão será onerado com fim de acordo

Bruno Lupion/ Rafael Godói

A partir do próximo ano, os investimentos alemães no Brasil ficarão sujeitos à dupla tributação nos dois países. Isso porque o governo alemão denunciou o acordo contra bitributação que vigora entre os dois países desde 1975. O Ministério das Relações Exteriores confirmou que recebeu quinta-feira o ofício do governo alemão. O Itamarati atribui o cancelamento do acordo ao déficit público enfrentado pelos países europeus, e . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas