Corporativa

Inovações contábeis da Lei de Falências

Após doze anos de gestação, foi promulgada a Lei nº 11.101 de 09-02-05 que regula a recuperação judicial, extrajudicial e falência das empresas. Enxurrada de comparativos com a lei anterior e a de outros países, muitas críticas e longos comentários ilustram artigos dos periódicos especializados, todos tratando exclusivamente do trâmite processual e aspectos jurídicos da nova lei. Sobre os aspectos e inovações contábeis introduzidas nesta lei, muito pouco ou quase nada se tem comentado. Logicamente não cabe a advogados e juristas . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas