Tributária

DF e Goiás não se entendem sobre créditos de ICMS

Marcelo Tokarski  Às vésperas da votação da reforma tributária no Congresso, um novo foco da guerra fiscal surge entre dois governos que até esta semana estavam do mesmo lado na disputa com os estados do eixo Sul-Sudeste. Na última quinta-feira, Goiás começou a desconsiderar os créditos de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) concedidos pelo Governo do Distrito Federal (GDF) a produtos vendidos por fornecedores com sede em Brasília. Com a medida, os produtos oriundos de Brasília ficarão 5% mais caros . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas