Tributária

Receita investiga uso de recibos falsos também em Fortaleza

Até hoje, as ações de fiscalização na capital cearense já descobriram que, no período de 2000 a 2003, somente um odontólogo, quatro fisioterapeutas, um fonoaudiólogo e um terapeuta ocupacional forneceram cerca de R$ 5.986.255,60 em recibos falsos para fins de sonegação de Imposto de Renda Pessoa Física, estimando-se a fraude em torno de R$ 1.646.220,00, sem contar multa e juros. Esses recibos foram utilizados por 878 contribuintes como dedução de despesas médicas nas suas declarações de imposto de renda.

As pessoas já identificadas estão sendo notificadas pela Receita Federal e terão que pagar a diferença do imposto apurado, acrescido de juros SELIC e multa qualificada de 150%, com representação fiscal para fins penais.

Os envolvidos poderão responder a processos por crimes fiscais perante a Justiça Federal.

Para obter maiores informações, falar com a Delegada da Receita Federal, Ester Marques Sousa Lins, através do telefone (85) 3466-2200.

Assessoria de Imprensa da SRF

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado