Trab. Previdência

MPS auditará 1.200 grandes empresas

Mil e quinhentos auditores fiscais da Previdência Social começaram a ser treinados na última segunda-feira para iniciar auditoria em 1.200 das 5,3 milhões de empresas do País. São empresas de grande porte que concentram 30% da arrecadação previdenciária. Elas estão distribuídas pelos setores industrial, comercial, financeiro e de serviços, e localizadas, principalmente, na região Sudeste e no Distrito Federal. A fiscalização reduzirá de 80 para 40 dias o tempo de auditoria e proporcionará um acréscimo de R$ 1 bilhão na arrecadação deste ano ? o que ajudará diretamente na redução do déficit.

O treinamento da primeira turma, com 249 auditores, termina nesta sexta-feira (20). A segunda turma, com mais 254 profissionais, será capacitada entre 30 de maio e 10 de junho. Já a capacitação dos demais auditores ainda não tem data de início definida.

A capacitação é baseada em uma nova metodologia de auditoria fiscal que está sendo implementada pela Secretaria da Receita Previdenciária do Ministério da Previdência Social com o objetivo de reduzir o tempo médio de permanência do auditor nas empresas. Dessa forma, haverá um aumento do número de empresas fiscalizadas por ano.

Depois da capacitação, dois novos sistemas serão utilizados pelos auditores fiscais: o AUDPREV, programa de auditoria prévia que possibilita uma auditoria prévia para constatar se há fatos geradores não declarados pela empresa; e o AUDIG, programa de auditoria de dados digitais que interpreta e identifica as informações de qualquer arquivo gravado em mídia magnética que a empresa esteja obrigada a apresentar.

O treinamento dos auditores só foi possível devido aos recursos disponíveis do Programa de Apoio à Modernização da Gestão do Sistema de Previdência Social (ProPREV), co-financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). (Thaisis Barboza)

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado