Corporativa

Concurso do Ministério da Fazenda pode ser suspenso por ação dos Conselhos Federais de Contabilidade, de Administração e de Economia

Cerca de 10 mil candidatos que se inscreveram para concorrer às 125 vagas do concurso de Analista de Finanças e Controle (AFC) da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) podem não realizar as provas, inicialmente marcadas para os dias 4 e 5 de junho.

O motivo da suspensão do concurso público foi uma ação inédita dos Conselhos Federais de Contabilidade (CFC), de Administração (CFA) e de Economia (Cofecon), proposta na segunda-feira (9/05), contra o Diretor Geral da Escola de Administração Fazendária (ESAF) e o Secretário-Executivo do Ministério da Fazenda.

Os conselhos entendem que as normas do concurso devam ser retificadas para que só concorram às vagas profissionais com formação em contabilidade, administração ou economia e registro no conselho da respectiva classe,  já que as atribuições inerentes ao cargo são consideradas prerrogativas das três profissões. A resposta da Justiça Federal deve sair até sexta-feira (20/5).

De acordo com o edital de abertura do concurso, para o provimento do cargo era exigida como requisito somente a graduação em qualquer curso superior. Caso a Justiça Federal decida acatar o pedido da liminar, o Edital deverá ser revisto.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado