Trab. Previdência

DRT denuncia cooperativas de fachada para explorar mão-de-obra barata

O delegado substituto do Trabalho, João Pedro Jacob, afirmou nesta segunda-feira (13) que as relações de trabalho no Brasil são muito precarizadas. Segundo ele, apenas 47% dos trabalhadores brasileiros possuem carteira assinada e muitos são levados a se associarem em cooperativas de fachada para conseguir emprego em determinada empresas, levados pela desinformação e necessidade de trabalho. Jacob participou da reunião da Comissão Especial do Cooperativismo de Trabalho, Emprego e Renda que debateu a atuação e relação das cooperativas de trabalho e os governos. Segundo o presidente da . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas