Tributária

MP denuncia venda de recibos médicos falsos

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro ofereceu denúncia à Sétima Vara Federal Criminal contra uma quadrilha que vendia recibos médicos falsos para aumentar restituições do Imposto de Renda, lesando assim a Receita Federal. Foram denunciados quatro responsáveis pelo golpe: Antonio Rogério Guayba Justo, Mely Coelho Lamella, Mirian de Freitas Pereira e Evanete Pinheiro Felipe Martins, que haviam sido presos no último dia seis.

Os membros do grupo foram denunciados pelos crimes de estelionato, formação de quadrilha e falsificação de documentos particulares. O procurador da República Marcus Vinicius de Viveiros Dias, autor da denúncia, concordou com a Polícia Federal em relação à prisão preventiva de Antonio Rogério, apontado como líder.Há pelo menos três anos os denunciados vêm praticando a fraude. Antonio Rogério fazia, há pelo menos cinco anos, notas fiscais médicas falsificadas, especialmente dos hospitais Clínica Marechal Rondon, Hospital Memorial Fuad Chidid e Hospital de Clínicas Dr. Aloan. Já Mely e Mirian procuravam Rogério atrás dos recibos e informavam os dados dos contribuintes por telefone, visando à venda "por atacado" para terceiros. Completando a quadrilha, Evanete recebia os recibos médicos repassados por Mirian.

Na denúncia, o procurador ressalta que Antonio Rogério, Mely e Mirian confessaram a atuação criminosa. Preso com o grupo, Wagner Dias da Silva não foi denunciado porque o procurador entendeu que não há provas suficientes de que ele estivesse implicado em crime.

Print Friendly, PDF & Email

Comentário fechado