Trab. Previdência

Operação conjunta prende grupo que fraudava o INSS

Operação conjunta do Ministério Público Federal, Polícia Federal e INSS realizada em quatro municípios do Estado e que contou com 50 policiais, prendeu na manhã de hoje um grupo de quatro pessoas acusadas de fraudar o benefício auxílio doença e aposentadorias por invalidez, mediante a venda de atestados médicos falsos. Entre os acusados estão dois funcionários da instituição.Cada atestado falso era vendido pelos acusados por R$ 100. Segundo o procurador da República em Guarulhos, Steven Shuniti Zwicker, a investigação foi iniciada em abril, após . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas