Trab. Previdência

Empregado que não gozar das férias dentro do período concessivo tem direito de receber em dobro

As férias do empregado devem ser concedidas nos doze meses subseqüentes ao período de um ano trabalhado sob pena de ter o empregador de pagar em dobro essas férias. Foi assim que decidiu a 1ª Turma do TRT-10ª Região ao julgar o pedido de dobra de pagamento de férias de ex-empregada da empresa Liderança Conservação e Serviços Ltda. A empresa demitiu a moça depois de dois anos de serviços prestados sem ter tirado as férias. A ex-empregada recebeu de forma simples o . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas