Tributária

Governo muda regra e deve baratear laptops menos sofisticados

JOÃO SANDRINIDecreto publicado hoje no "Diário Oficial" da União flexibiliza as regras para o enquadramento de fabricantes de computadores nas exigências para a concessão de incentivos fiscais previstos na "MP do Bem". Na prática, a medida deve baratear o preço dos laptops.O decreto 5.602 amplia de R$ 2.500 para R$ 3.000 o preço máximo cobrado no varejo dos laptops que têm direito à isenção de PIS e Cofins devido à aprovação da MP 255, que agregou os benefícios . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas