Tributária

Classe média paga muito IR

Adriana David
Um estudo da empresa de consultoria Ernst & Young revela que a classe média brasileira é a mais tributada pelo Imposto Renda Pessoa Física (IRPF) entre os países da América do Sul. Segundo a sócia do departamento de Human Capital da E&Y para a América do Sul, Tatiana da Ponte, embora o Brasil não tenha a maior alíquota de IR (27,5%) na região ? na Argentina é 35%, no Chile, 40%, na Colômbia, 35%, no Peru, 30% e na Venezuela, 34% ?, há menos faixas na tabela progressiva para incidência do imposto quando comparadas aos nossos vizinhos sul-americanos, daí as distorções.
De acordo com o estudo, o contribuinte brasileiro que em 2005 obteve rendimento anual de R$ 13.968 é taxado com uma alíquota de 15%, a mesma do Peru. Já os contribuintes desta mesma faixa de renda no Chile e na Colômbia são isentos. Os da Venezuela recolhem 6% e os argentinos, 14%.
Quando a renda sobe para R$ 27.912 anuais, a alíquota do IR no Brasil é de 27,5%. No Chile é de 5% e na Venezuela, de 6%

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado