Tributária

Temporada de declaração do IR desencadeia golpes por e-mail

Alertar nunca é demais: os contribuintes do Imposto de Renda devem redobrar os cuidados para evitar mais um golpe aplicado pela internet usando o nome da Receita Federal. Trata-se de um e-mail que informa ao contribuinte que ele tem dados incorretos na Receita. Ao acessar o link para atualizar o cadastro, o internauta instala, sem saber, um programa espião, que rouba dados como senhas bancárias, números de cartão de crédito e informações pessoais.
A Receita esclarece que qualquer e-mail em seu nome é falso. ?A Receita Federal não manda e-mails. As intimações são sempre feitas por carta registrada. Todas as declarações via internet são de iniciativa do contribuinte?, explica o superintendente no Paraná, Luiz Bernardi. Este tipo de golpe é mais comum em períodos de declaração do imposto de renda ou de restituições. ?De fato ocorre mais nesta época, quando a probabilidade de as pessoas acreditarem e baixarem os arquivos espiões é maior.?
Outra dica da Receita é que em caso de dúvida, seja para checar dados ou para consultar restituições, o contribuinte deve acessar o site da receita, no endereço http://www.receita.fazenda.gov.br/, ou ligar para o Receita-fone: 0300-789-0300. "Vale também avisar a polícia", diz Bernardi ao lembrar que o contribuinte não precisa ter medo de fazer declarações online em razão deste tipo de golpe. ?A declaração por e-mail é totalmente segura. Nunca tivemos um caso sequer de fraude. A Receita tem todas as certificações?, completa.
O especialista em segurança da internet Wânderson Moreira de Castilho, da E-Net Security, dá ainda outras dicas. ? A regra de ouro é não abrir mensagens que você não esteja esperando?, diz. Castilho explica que programas espiões, conhecidos também como cavalos de tróia, podem entrar no computador até em mensagens de amigos. ? O programa é perigoso pois é difícil de ser detectado e extremamente eficiente para o hacker. Manda, por exemplo, relatórios por e-mail de tudo o que foi feito na máquina, mensagens, senhas, tudo?, explica.
?Outra medida importante é nunca baixar arquivos que terminem em .exe, como é o caso do link do e-mail falso da Receita, ou .scr pois o risco de ser um programa espião é grande?, alerta.
Para o especialista, as pessoas ainda caem neste tipo de golpe pois o universo da internet é muito grande. ?Hoje são 300 milhões de pessoas conectadas ao mesmo tempo. Se uma pequena parcela dessas pessoas, principalmente as que estão começando a usar a internet, cair na fraude, já será um número grande de pessoas?, diz. Para finalizar, Castilho lembra que atualizar programas anti-vírus é fundamental.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado