Tributária

Tributos limitam a atuação da Fiat

O presidente mundial da Fiat, Luca di Montezemolo, disse ontem, na abertura das comemorações dos 30 anos da instalação da montadora do grupo italiano em Minas Gerais, que a política econômica brasileira impede uma evolução mais vigorosa da empresa no mercado interno. "A alta carga tributária limita um crescimento extraordinário que poderia acontecer no país", criticou. O presidente da Fiat na América Latina, Cledorvino Belini, acrescentou que os impostos representam 35% do valor do carro, enquanto que a média mundial é de 13% e a dos países desenvolvidos, de apenas 6%.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado