Tributária

Fiscal e tributária ficam para 2007

A reforma fiscal e tributária deve ficar para o próximo governo. Ao ser cobrado por um dos presentes sobre quando o País sentiria os resultados práticos da reforma, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, respondeu que, diante das dificuldades inerentes ao tema para se chegar a um consenso – ‘ninguém quer perder nada’ – , apronfudadas ainda mais em um ano eleitoral, ‘o tema deverá ser retomado no próximo ano’.
Segundo ele, mudanças dessa magnitude só são possíveis quando se tem votos. ‘Serão 60 milhões de votos pressionando por mudanças’, disse, numa referência ao cacife eleitoral que o próximo presidente poderá ter.
As declarações foram dadas durante a participação do ministro no Fórum Econômico Mundial América Latina, que se encerra hoje em São Paulo.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado