Tributária

Receita vai cobrar deduções irregulares

A Operação Pessoa Física 2006, iniciada pela Delegacia da Receita Federal de Porto Alegre, deve intimar cerca de 250 pessoas nos próximos dias para que justifiquem deduções com despesas médicas e de instrução e dados dos dependentes que não conferiram com o cruzamento de informações.
A Delegacia de Porto Alegre abrange 44 municípios, de Torres a São Jerônimo. São declarações cujas restituições já foram pagas, mas que apresentam deduções elevadas ou incompatíveis com os rendimentos declarados, explicou o delegado Ademir Oliveira. Caso não possam comprovar os gastos, essas pessoas terão de pagar o imposto devido, multa de pelo menos 75% sobre o imposto, mais juros retroativos à data da entrega da declaração. Caso fique clara a sonegação, a multa sobe para 150%.
O delegado salientou que ainda é tempo de retificar as declarações de renda, antes de receber uma intimação. Quem se apresentar espontaneamente à Receita paga uma multa de 20% sobre o imposto devido.
No ano passado, a Delegacia da Receita Federal recuperou R$ 8 milhões em impostos. Ainda existem 29 mil declarações entregues em 2005 (ano-base 2004) retidas na malha fina. É possível saber o motivo consultando o site www.receita.fazenda.gov.br, na opção Serviços a Extrato da Declaração, e providenciar a retificação, desde que tenha o recibo de entrega do IR.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado