Trab. Previdência

Sindicato quer nova correção de FGTS

Advogados que representam sindicatos beneficiados na ação civil pública que garante o pagamento da correção do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) referente aos planos Verão (1989) e Collor 1 (1990) recorreram à Justiça para pedir que a Caixa Econômica Federal convoque todas as entidades beneficiadas na ação para firmar o mesmo acordo assinado com a CUT.
A Caixa fez acordo com 52 sindicatos cutistas que prevê o pagamento da correção de 16,64% do Plano Verão e de 44,8% do Plano Collor 1, além da aplicação da TR (Taxa Referencial) e mais 3% ao ano. Hoje, mais 31 sindicatos da CUT firmarão acordo com a CEF.
Só têm direito às correções os trabalhadores que tinham conta no fundo com saldo em janeiro de 1989 e/ ou abril de 1990 e não assinaram o termo de adesão proposto pelo governo.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado