Tributária

Receita alerta para e-mail falso em nome da Fiscalização

A Receita Federal volta a alertar os contribuintes sobre a ocorrência de novas mensagens eletrônicas falsas, desta vez em nome do coordenador-geral de Fiscalização, Marcelo Fisch.
Diante disso, a Receita pede para que o usuário não abra nem responda e-mail de origem desconhecida. Esclarece, ainda, que não envia qualquer mensagem de correio eletrônico sem autorização do contribuinte.
As mensagens são transmitidas por quadrilhas especializadas em praticar crimes pela Internet. Os criminosos tentam obter ilegalmente informações fiscais, bancárias e cadastrais do contribuinte.
No e-mail falso em nome da Coordenação-Geral de Fiscalização (Cofis) da Receita, os golpistas informam que constam na Receita pendências cadastrais do contribuinte e alertam para que elas sejam solucionadas sob pena de multa.
Para dar maior credibilidade à tentativa de fraude, as quadrilhas utilizam também nomes e timbres oficiais. Estimulam o contribuinte a responder questionamentos ou a instalar programas nos computadores utilizados. Para não cair no golpe, o contribuinte deve ficar atento às seguintes recomendações:
1. não abrir arquivos anexados, pois normalmente são programas executáveis que podem causar danos ao computador ou capturar informações confidenciais do usuário;
2. não acionar os links para endereços da Internet, mesmo que lá esteja escrito o nome da SRF, ou mensagens como "clique aqui", pois não se referem à Receita Federal; e
3. excluir imediatamente a mensagem.
Para obter mais informações sobre a fraude, o contribuinte pode procurar as unidades da Receita, acessar a página na internet (www.receita.fazenda.gov.br) ou entrar em contato com o Receitafone (0300-789-0300).
Assessoria de Imprensa da SRF

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado