Tributária

Fazenda de Santa Catarina lança serviço de Inteligência Fiscal

Em mais uma ação que busca combater a fraude fiscal, a Secretaria de Estado da Fazenda, através da Diretoria de Administração Tributária, criou o Grupo de Análise e Pesquisa Fiscal que atuará como um Serviço de inteligência do Estado de Santa Catarina. De acordo com Pedro Mendes, Diretor de Administração Tributária da Fazenda, o GAPEF terá importantes objetivos na luta contra a sonegação. ? O GAPEF foi criado diante a necessidade de enfrentar esta crescente existência de fraudes, que consistem em um sistema de evasão fiscal, estruturado de forma mafiosa para lesar o erário,? comentou Mendes. ?Entre diversos objetivos, este Grupo terá como diretrizes dotar o corpo fiscal de informações que ajudem a garantir o êxito de seu trabalho, possibilitando ao fisco o conhecimento de práticas e atos negociais de expressivos valores, colaborando ainda com a apresentação de sugestões com a finalidade de fortalecer a segurança orgânica da secretaria de Estado da Fazenda,? disse o Diretor. ?É um serviço de Inteligência, como a CIA, o SNI, a KGB, a INTERPOL e será tão implacável com a Sonegação como estas foram e tem sido com os seus inimigos, afinal a Sonegação é um dos arquiinimigos das finanças públicas,? vaticinou.
O Grupo especialista ficará sob a coordenação da Gerência de Fiscalização e controle da DIAT, sendo inicialmente, composto apenas de fiscais da receita estadual.

A GEFIS pretende em breve organizar um processo seletivo entre os auditores interessados em participar do GAPEF. Além de Vera de Oliveira, Gerente de Fiscalização, os auditores fiscais Renato Dias Marques de Lacerda, Huelinton Pickler e Valdir Michelon estão designados para compor a equipe de seleção do grupo. O SINDIFISCO e o SINDIFARE poderão indicar um representante cada para compor a equipe de seleção.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado