Tributária

Caminhoneiros sofrem com greve de auditores fiscais

O problema causado pela paralisação ganha proporção quando o motorista revela o salário com o qual sustenta mulher e quatro filhos: R$ 1,2 mil. – A gente dorme na boléia para economizar, gasta R$ 15 para se alimentar, dinheiro que poderia ser usado dentro de casa, pois não ganho diária e tiro minhas despesas das comissões que recebo por viagem – revela o caminhoneiro. (Zero Hora)

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado