Tributária

Turquia livra investidor de imposto

A Turquia eliminou o imposto de 15% retido na fonte sobre as receitas dos investidores estrangeiros com aplicações em instrumentos financeiros no país, de acordo com informações da agência de notícias Ihlas , que citou o ministro das Finanças do país, Kemal Unakitan, como fonte da notícia.
O ministro informou que o imposto retido na fonte, para investimentos de residentes no país, em ações ou em títulos do setor privado, também será reduzido de 15% para 10%. A cobrança de 15% sobre os depósitos e as operações de recompra foi mantida.
As operações de mercado, chamadas de Repurchase Agreements , ou Acordos de Recompra, prevêem a venda de um título de renda fixa com o compromisso de recompra em uma determinada data e por um determinado preço. "Nós esperamos que as novas emendas sejam aprovadas pelo Parlamento antes do recesso de verão, que começa em julho", disse Unakitan.
O imposto sobre rendimentos foi instituído no início do ano, gerando críticas ácidas de analistas, já que atuaria como um obstáculo para os investimentos. A medida foi anunciada em meio a um movimento de vendas intensas de ativos turcos, em razão da redução da liqüidez global, da aceleração da inflação doméstica e de tensões políticas locais que começaram no início de maio.
Durante o anúncio das medidas, o ministro da Economia, Ali Babacan, repetiu que a inflação, para este ano, deve ficar acima da meta de 5%. "Essa é uma meta e não uma previsão", ponderou ele. "Vamos continuar mantendo os esforços para atingir o resultado mais próximo dela", afirmou Babacan. ( AE )

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado