Corporativa

IBRACON, ABRASCA E FIPECAFI REALIZAM REUNIÃO PARA DISCUTIR REFLEXOS DA VARIAÇÃO CAMBIAL SOBRE INVESTIMENTOS NO EXTERIOR

No dia 18 de julho de 2006 estiveram presentes no IBRACON representantes deste Instituto, da ABRASCA e da FIPECAFI para discutir o tema ? Tratamento Contábil da Variação Cambial de Investimentos de Empresas no Exterior?. Após explanação do presidente da CANC ? Comissão de Auditoria e Normas Contábeis como representante da ABRASCA, Sr. Arthur Alexandre dos Santos Filho, fazendo um histórico da origem do assunto, do representante do IBRACON e Coordenador da CNNT – Comissão Nacional de Normas Técnicas, Sr. Valdir Renato Coscodai, comentando sobre os principais pontos identificados no estudo da CNNT e do representante da FIPECAFI, Professor Eliseu Martins, apresentando suas considerações sobre o tema, foi realizado um amplo debate sobre o assunto, onde se procurou um alinhamento quanto ao trabalho a ser desenvolvido para sua normatização. Dada à importância do tema, manifestada tanto pelo o IBRACON quanto pela ABRASCA, decidiu-se pela a criação de um comitê com representantes das duas instituições e da FIPECAFI para dar encaminhamento ao mesmo. Como linha geral, foi decidido que o grupo trabalhará dentro do conceito de ?moeda funcional?, buscando a harmonização e o alinhamento com a norma internacional do IASB, porém sempre respeitando a nossa realidade para não haver prejuízo da natureza da operação. Outros pontos a serem considerados foram os do hedge e dos dividendos. Após o trabalho deste comitê deverá ser realizada nova reunião desse grupo e posterior abertura de consulta pública pelo IBRACON. Para o presidente do IBRACON que participou da reunião, Sr. Francisco Papellás Filho, eventos como esse confirmam a importância dos trabalhos realizados pelo IBRACON, sempre em consonância com as demais entidades interessadas no assunto e em prol do desenvolvimento da Profissão e da atividade profissional de nossos associados.

Print Friendly, PDF & Email

Comentário fechado