Artigos

Paulistas aderem a protocolo que amplia o controle fiscal

A política para reduzir o número de notas fiscais falsas e com valores irreais, assim como minimizar o desvio de cargas, ganha um importante aliado com a adesão de São Paulo, maior emissor e receptor de mercadorias do País, ao Protocolo ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nº 10/2003. Em princípio, o estado irá trabalhar com o segmento do álcool, estendo a ação progressivamente a outros produtos, como medicamentos, cigarros e bebidas. Na prática, a medida cria o Sistema de Controle Interestadual de Mercadorias . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas