Trab. Previdência

Gerente que presenciou assalto ao banco ganha indenização por danos morais

Se o empregado exerce atividade de risco, a responsabilidade da empregadora por eventuais danos morais ou materiais por ele sofridos em serviço é objetiva, ou seja, a empresa é obrigada a arcar com a indenização reparatória ainda que não tenha agido com culpa.Por esse fundamento, respaldado pelo artigo 927, parágrafo único, do novo Código Civil (que adota a teoria do risco pelo exercício de atividade periculosa), a 3ª Turma do TRT/MG deferiu à reclamante, gerente bancária, indenização pelos danos morais sofridos em decorrência de um assalto à agência . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas