Adm. Tributária

Refinanciamento dificulta ação futura contra Receita

O novo parcelamento de débitos com a Receita Federal, Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), chamado de Refis III, é interessante para os empresários que têm recursos em caixa para quitar parte ou todas as dívidas vencidas até fevereiro de 2003. Já no caso das demais opções do programa, as de refinanciamento, os contribuintes devem tomar cuidado ao aderir, pois as conseqüências jurídicas de uma eventual exclusão são rigorosas. Esse é o alerta que advogados, receosos com o programa, têm feito a . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas