Tributária

Advogados vêem aumento de autuação

As autuações promovidas pelo fisco no meio do ano, segundo alguns advogados, podem ter sido motivadas pelo objetivo da Receita Federal de empurrar as empresas para a adesão ao último programa de parcelamento de débitos tributários, o Refis III. Na avaliação de Liane Oliveira, sócia do Oliveira & Silva Advogados Associados, que defende uma companhia autuadas por divergência entre dados de CPMF e da declaração do imposto de renda, houve uma intensificação na fiscalização com cruzamento desses dados como forma de pressionar para a adesão ao . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas