Tributária

Camex aprova medida que beneficia setor agropecuário

Ana Luiza Zenker
Repórter da Agência Brasil
Brasília – O Conselho de Ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou, há pouco, a renovação do direito antidumping sobre as importações de nitrato de amônio da Rússia e da Ucrânia, por um ano. Também foi aprovada por um ano a suspensão da aplicação dessa medida, por razões de interesse nacional, "para que fosse feita uma análise mais detalhada dos impactos desse produto no custo da produção agropecuária brasileira", explicou a secretária executiva da Camex, Lytha Spíndola .

A sobretaxa aplicada na importação do nitrato de amônio chega a 17,8%, dependendo da empresa exportadora. "Isso deve ter o efeito de reduzir os preços de fertilizantes no país", disse a secretária. As medidas foram adotadas atendendo a pedido do Ministério da Agricultura, para evitar impactos no preço dos fertilizantes.

O direito antidumping é usado para neutralizar prejuízos causados pela prática de dumping (exportação de produtos a preços inferiores aos do mercado interno).

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado