Tributária

Receita confirma estudo para liberar declarações de IR da malha fina enviar imprimir

BRASÍLIA – A Secretaria da Receita da Federal informou nesta sexta-feira que está estudando possível realização de cortes nas declarações retidas em malha fina.

"Diversos estudos estão sendo realizados, dado o novo contexto macroeconômico, mas, até o presente momento, não há decisão pela realização de cortes", informou.

Segundo reportagem publicada nesta sexta-feira na Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal), a Receita Federal em São Paulo deve liberar restituições de Imposto de Renda de pessoas físicas retidas nos últimos cinco anos –presas na chamada malha fina–, como forma de colocar mais dinheiro nas mãos de contribuintes e minimizar os efeitos da crise financeira.

Estima-se que cerca de 100 mil declarações, com saldo a restituir e também a pagar, deverão ser liberadas nos próximos meses. Os créditos totais de IR (Imposto de Renda) a serem liberados no Estado de São Paulo ainda não estão definidos.

As declarações que foram retidas –e que, eventualmente, serão liberadas e têm saldo de imposto a restituir– podem chegar a valores de até R$ 3.000.

Segundo a Receita do Brasil, "os parâmetros que definem a quantidade de declarações de imposto de renda pessoa física incidentes em malha fiscal são estabelecidos pelo órgão central, tem caráter nacional e são fixados por critérios impessoais e objetivos".

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado