Tributária

Os novos valores do IPTU

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), anunciou ontem que limitará em até 40% o aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) previsto para o próximo ano para os imóveis residenciais e, provavelmente, em até 60% para os comerciais. O governo concluiu no fim de semana o projeto de lei que revisa a Planta Genérica de Valores (PGV), base de cálculo do imposto. A proposta, que será divulgada hoje, tem o objetivo de aproximar os valores venais dos imóveis ? usados para calcular o IPTU ? daqueles aplicados pelo mercado imobiliário.
Os principais afetados pelo reajuste serão os proprietários de imóveis no centro expandido, principalmente em bairros de classe média alta, como Itaim-Bibi, Moema e Vila Nova Conceição. "Infelizmente, temos de mostrar que a atualização da planta genérica é uma necessidade", disse o prefeito, ressaltando que a PGV não é revisada desde 2001. "É uma questão de Justiça tributária, até porque existem pontos na cidade que tiveram investimentos expressivos do poder público." Para entrar em vigor, a proposta terá de ser aprovada ainda neste ano por 28 dos 55 vereadores.

Print Friendly, PDF & Email

Comentário fechado