Adm. Tributária

Medida provisória apócrifa aumenta incerteza sobre ágio

Por Fernando Torres, de São Paulo Para apimentar a discussão sobre mudanças relacionadas à amortização de ágio, o texto de uma suposta medida provisória (MP) 472 circulou pelo e-mail de escritórios de advocacia, bancos, empresas de auditoria e consultorias. O Valor teve acesso ao texto da MP apócrifa, que alguns dizem que teria vazado do Fisco e outros consideram fictícia. Questionada sobre a edição de uma MP nesse sentido, a Receita Federal disse que não confirma, já que a secretaria não edita novas leis ou MPs . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas