Tributária

Sonegação com atentado

O inquérito realizado pela Polícia Federal de Santa Catarina durante a Operação Transparência revela uma conexão direta entre ações da empresa Arrows Petróleo do Brasil, que teve a inscrição cancelada na Secretaria da Fazenda, por sonegação, e o atentado contra o fiscal da Fazenda que integrava grupo de combate à sonegação de combustíveis, Carlos Henrique de Barros, ocorrido no dia 12 de março de 2009. (veja boxe ao lado)O DC possui uma cópia do inquérito. As 234 páginas indicam claramente outra situa . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas