Tributária

Operação Clone

Receita Federal, Ministério Público Estadual e Polícia Civil do Estado do Espírito Santo continuam a investigação sobre esquema fraudulento de constituição de empresas ?fantasmas?.
Na tarde desta última quinta-feira (27/05) mais uma pessoa envolvida no esquema foi presa. Trata-se de empresário que possuía 4 CPFs e que se utilizava dos serviços do técnico em contabilidade – preso no último dia 20 quando a operação Clone foi deflagrada – para criar empresas de fachada em vários estados, dentre os quais São Paulo, Tocantins e Espírito Santo. A intenção seria a sonegação de impostos e, possivelmente, praticar atos relacionados à lavagem de dinheiro.
No Mandado de Busca e Apreensão realizado no escritório do técnico em contabilidade (20/05) foi localizado carimbo de autenticação de cópias, utilizado para fraudar os documentos encaminhados à Receita Federal e originais dos contratos sociais fraudados.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado