Corporativa

AUDITORES INDEPENDENTES DEVEM ENTREGAR RELATÓRIO DE ATIVIDADES ATÉ 31 DE JANEIRO

O prazo para entrega dos relatórios de atividades realizadas em 2010 e relativas à Educação Profissional Continuada de Auditores Independentes e de Contadores que integram o quadro técnico funcional de empresas de Auditoria encerra-se em 31 de janeiro de 2011.
De acordo com a Resolução CFC nº 1.146/08, que deu nova redação à NBC P 4 – Norma para Educação Profissional Continuada, a pontuação exigida a cada triênio é de 96 pontos e a pontuação mínima anual é de 20 pontos. O profissional deve ficar atento à pontuação específica conforme a Deliberação CVM nº 570/09 (15 pontos) e Resolução CMN nº 3771/09 (mínimo de 20 horas)
Os profissionais devem apresentar relatórios a partir do ano subseqüente ao de início das atividades como Auditor ou à obtenção do seu registro no CNAI (Cadastro Nacional de Auditores Independentes) do CFC (Conselho Federal de Contabilidade). Por isso, a pontuação do triênio é exigida proporcionalmente dentro do triênio. Atividades no exterior, na área de docência ou produção intelectual podem ser incluídas no relatório durante o período previsto para emissão e entrega do documento. Os demais Contadores que compõem o quadro funcional técnico da empresa de Auditoria, mesmo que não estejam registrados no CNAI, também estão obrigados a comprovar a Educação Profissional Continuada.
O relatório deve ser emitido por meio do Portal do CRC SP, mediante login e senha do profissional. É preciso assiná-lo e protocolá-lo em duas vias na sede do CRC ou em uma das delegacias.
Por segurança, em caso de posterior fiscalização, os documentos que comprovam a pontuação obtida devem ser guardados pelos profissionais até a entrega do próximo relatório.
O CRC tem até o dia 30 de abril para analisar se o relatório entregue está de acordo com o que precisa ser cumprido. Se estiver, o documento será validado e o Auditor Independente poderá emitir a certidão pelo Portal do Conselho.
O descumprimento do que está estabelecido na Resolução nº 1.146/08, como a entrega do relatório de atividades no prazo estipulado e com a somatória de 96 pontos por triênio, é considerado infração do art. 2º, inciso I e art. 11, inciso IV, do Código de Ética Profissional do Contabilista.

A área de Educação Continuada do Ibracon elaborou informações importantes sobre o assunto.
Para saber mais clique no link: http://www.ibracon.com.br/cursos/pontos.asp

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado