Tributária

Museu Nacional de Belas Artes no Rio expõe obras apreendidas pela Receita Federal

O Museu Nacional de Belas Artes, localizado no centro do Rio e vinculado ao Instituto Brasileiro de Museus e ao Ministério da Cultura, recebeu oficialmente as 20 obras de arte que foram apreendidas pela Alfândega da Receita Federal no Porto do Rio de Janeiro. As obras estão sendo exibidas na exposição “Apreensões e Objetos do desejo: Obras doadas pela Receita Federal ao MNBA”, aberta na última terça-feira, 13 de janeiro.

A data marca os 78 anos de criação do MNBA e, segundo a direção do museu, a mostra representa um presente que será compartilhado com o público, nos 450 anos de fundação do Rio de Janeiro. A incorporação reforça significativamente o acervo do Museu, com obras de autores de renome internacional. Algumas delas, inclusive, foram adquiridas, segundo apuração, em leilões das Casas Sotheby’s e Christie’s.

A mostra tem pinturas, aquarelas, serigrafias e esculturas. São trabalhos do italiano Michelangelo Pistoleto (“Neon Wall Lamp”, 2005), do indiano Anish Kapoor (em cuja embalagem havia a descrição do conteúdo como uma antena parabólica), do húngaro Victor Vasarely (“Optical Cube”, 2011), e do argentino Miguel Ángel Ríos (“La Sombra Impalpable”, 1994), entre outros.

Já pelo lado brasileiro, o público vai poder contemplar obras de Sérgio Camargo, Jorge Guinle Filho, Daniel Senise, Cildo Meireles, Beatriz Milhazes, Juarez Machado e os gêmeos Otávio e Gustavo Pandolfo.

Conforme explica a diretora do museu, Monica Xexéo, a coleção irá “completar lacunas relativas ao período moderno e contemporâneo do acervo”, e acrescenta, “a repatriação deste importante conjunto demonstra, por outro lado, a força da arte brasileira no mercado internacional”.

Estas obras, que entram em exposição temporária, praticamente no estado em que foram recebidas, posteriormente passarão por conservação e pesquisa para figurarem no circuito permanente do MNBA. A vinda do conjunto de obras de arte – que chegou ao museu no final de abril de 2014 – somente foi possível graças ao acordo de cooperação entre o Ministério da Cultura, o IBRAM e a Receita Federal.

Conheça ainda um pouco mais do MNBA no site http://www.mnba.gov.br/abertura/abertura.htm.

Exposição: Apreensões e Objetos do desejo: obras doadas pela Receita Federal ao MNBA

Período: 13 de janeiro a 29 de março.

Local: Sala Bernardelli do Museu Nacional de Belas Artes – Avenida Rio Branco, 199 – Cinelândia – Rio de Janeiro/RJ.

Visitação: terça/sexta de 10h às 18h; sábado, domingo e feriado de 12h às 17h.

Ingresso: entrada franca em janeiro, mês de aniversário do MNBA.

Tel: (21) 3299-0600.

Facebook: www.facebook.com/MNBARio.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Museu Nacional de Belas Artes

viaMuseu Nacional de Belas Artes no Rio expõe obras apreendidas pela Receita Federal — Secretaria da Receita Federal do Brasil.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado