Capa, Tributária

Sindicalista defende tributação de dividendos

O 2° vice-presidente do Sindifisco Nacional, Mário Pinho, comentou, em entrevista ao site “Época Negócios” a diferença na tributação feita sobre a renda de quem trabalha com carteira assinada e quem presta serviços como pessoa jurídica.

Segundo a reportagem, o percentual de impostos sobre a renda de quem trabalha com carteira assinada pode chegar a 24%, enquanto que no caso do chamado “PJ”, a incidência varia de 11% a 24%.

Na matéria, Márcio Pinho cita que “é comum PJs receberem a maior parte dos rendimentos na forma de lucro e dividendos, que são isentos de imposto”. O sindicalista defende que o Governo Federal ataque essa “distorção tributária” e mude a legislação a fim de permitir a tributação de dividendos.

Para conferir a íntegra da matéria publicada no site “Época Negócios” clique aqui.

Ricardo Moreira

viaMário Pinho comenta tributação a prestadores de serviços: os “PJs”.

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado