Tributária

Carga tributária encarece gasolina que sai da refinaria a R$ 1,73

O preço da gasolina, óleo diesel e gás de cozinha sofreram mais um reajuste nesta terça-feira, 20 de fevereiro, segundo divulgou a Petrobras. A estatal também passou a revelar o preço médio do litro destes combustíveis e do botijão de gás que o consumidor utiliza em casa. Agora, a gasolina é vendida pela refinaria ao distribuidor pelo preço médio de R$ 1,5148. Já o litro do óleo diesel é de R$ 1,7369 e o gás de cozinha sai da refinaria da Petrobras pelo valor médio sem tributos de R$ 23,16.
O preço médio da gasolina em Cataguases era, até a última segunda-feira, R$ 4,70. O gás de cozinha podia ser encontrado com preço em torno de R$ 75 e o botijão de 13 kg. O Diesel estava sendo vendido a R$ 3,10 em média. A diferença entre o preço que a Petrobras vende para a refinaria e o valor final pago por qualquer um destes produtos é gigantesca. A Petrobras explica que apenas 28% do preço pago pelo consumidor final correspondem à parcela da companhia. Os demais 72% seriam referentes a tributos, custo do etanol anidro adicionado à gasolina e margens de distribuição e revenda (lucro).
A situação dos impostos sobre os combustíveis em Minas Gerais ainda é mais grave. O governo aumentou a alíquota de ICMS – que já era alta – dos 29% em vigor até ano passado, para 31%. Projeto de lei neste sentido foi votado e aprovado pelo deputados estaduais que também elevaram a alíquota do imposto sobre o etanol, de 14% para 16%. Estas alterações tributárias colocaram o combustível vendido em Minas Gerais como um dos mais caros do país. Curiosamente perde para o vizinho estado do Rio de Janeiro que, mesmo sendo produtor de petróleo, o preço daqueles produtos é um dos mais altos devido à elevada carga tributária que recai sobre eles. (Fotos: O Globo)

Fonte: O Globo e Guia Muriaé

Marcelo Lopes – Carga tributária encarece gasolina que sai da refinaria a R$ 1,73

Print Friendly, PDF & Email
Americanas

Comentário fechado