Tributária

Corretora deve incluir no cálculo do PIS/Cofins comissões a agentes de investimentos

Por Joice Bacelo, Valor — Brasília

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que uma corretora de títulos e valores mobiliários não pode deduzir da base de cálculo do PIS e da Cofins os valores das comissões repassadas aos agentes de investimentos — profissionais que atuam na captação de recursos. É a primeira vez que a Corte se posiciona sobre o tema (Resp 1872529).

Nesta tarde, a 2ª Turma do STJ discutiu se essas comissões poderiam ser classificadas como uma despesa . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas