Tributária

Nicolau é condenado a 7 anos e meio por sonegação

A juíza da 1ª Vara Criminal Federal, Raecler Baldresca, condenou o ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, Nicolau dos Santos Neto, a 7 anos e 6 meses de reclusão em regime fechado pelo crime de sonegação fiscal. A juíza determinou também que seja cassada a aposentadoria do acusado como juiz do trabalho e a aplicação de 360 dias multa de 15 salários mínimos cada. Em outubro, nas alegações finais do processo, o Ministério Público Federal havia pedido que Santos Neto fosse . . .

Este conteúdo é restrito a assinantes.

Por favor, faça seu login.

Não é assinante? Faça agora sua assinatura!

Americanas